Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
10/06/24 às 14h51 - Atualizado em 11/06/24 às 14h44

Junho Vermelho traz a importância da doação de sangue 

 Junho é o mês de conscientização sobre a importância da doação de sangue, um ato de solidariedade que pode salvar vidas. No Distrito Federal, a demanda por doadores é constante e necessária para manter os estoques nos hospitais, principalmente em um período em que os níveis tendem a cair. Cada doação pode salvar até quatro vidas, reforçando a urgência e a relevância dessa causa.

 

O mês enfatiza a criação de campanhas intensivas para estimular a doação. Essas campanhas destacam não só a nobreza do ato, mas também a segurança e a necessidade contínua de manter os bancos de sangue abastecidos. Segundo o Hemocentro de Brasília, a fundação tem atuado com apenas 41% da capacidade segura e ideal para atender hospitais públicos e hospitais parceiros. É informado também que há uma necessidade constante de todos os tipos sanguíneos, com uma ênfase especial nos tipos  O+, O-, B+, A+ e A.

 

Para ser um doador, é necessário cumprir uma série de pré-requisitos estabelecidos pelo Hemocentro de Brasília. O processo de doação é rápido, durando em média 40 minutos, e envolve um cadastro inicial, triagem clínica, coleta de sangue e um lanche para reidratação. Todo o procedimento é seguro e realizado com materiais descartáveis, eliminando qualquer risco de contaminação. A triagem rigorosa garante que tanto o doador quanto o receptor estejam protegidos.

 

A Secretária de Atendimento à Comunidade, Clara Roriz, destaca: “A doação de sangue é um ato de amor ao próximo. Cada doador está ajudando a salvar vidas e a manter a esperança de muitas famílias. É um gesto simples, mas de impacto profundo na nossa sociedade.”

 

Neste Junho Vermelho, o apelo é para que todos que possam, façam a sua parte. A doação de sangue é um ato altruísta e essencial que pode fazer a diferença entre a vida e a morte. As campanhas de conscientização continuam a lembrar que doar sangue não é apenas uma necessidade médica, mas também um dever social, um compromisso com o bem-estar da comunidade.

 

Para mais informações sobre como e onde doar, os interessados podem acessar o site do Hemocentro de Brasília, que oferece todas as orientações necessárias. Doe sangue, salve vidas. Cada gota conta.

 

Gari Sangue Bom

 

Como forma de incentivar a causa da doação de sangue, a Secretaria de Atendimento à Comunidade, em parceria com o Hemocentro de Brasília, e com o Serviço de Limpeza Urbana (SLU), desenvolveu a ação comunitária Gari Sangue Bom, que já ocorreu em quatro edições no Distrito Federal: em Ceilândia, Samambaia, no Gama e em Planaltina.
Na ocasião, funcionários das empresas Sustentare Saneamento, Valor Ambiental e Suma Brasil se propõem à doação para abastecimento dos estoques de sangue do Hemocentro. No entanto, a ação é aberta à comunidade.

Governo do Distrito Federal