Governo do Distrito Federal
20/04/22 às 2h24 - Atualizado em 20/04/22 às 2h24

Frente Nacional de Luta quer apoio da Secretaria de Atendimento à Comunidade em prol de acampamentos no Distrito Federal

Uma comissão de representantes da Frente Nacional de Luta (FNL) Campo e Cidade pediu apoio da Secretaria de Atendimento à Comunidade do Distrito Federal na manhã desta terça-feira (19) em prol de acampamentos que querem ter a situação fundiária regularizada.

 

O principal ponto de pauta foi a reinvindicação de que nenhum dos acampamentos representados pela FLN sofra uma reintegração de posse enquanto as tratativas com o GDF estejam em andamento. O maior temor é que ocorra uma ação de derrubada dos barracos dos acampados antes de que a situação tenha uma conclusão pelo GDF.

 

A SEAC foi representada pelo chefe da assessoria especial, Luiz Oliveira. Ele se comprometeu em abordar a Comissão de Regularização Fundiária do Distrito Federal para dar um retorno oficial a FLN sobre as questões jurídicas dos acampamentos.

 

O encaminhamento foi reforçado pelo coordenador executivo de Terras da Secretaria de Estado de Relações Institucionais do Distrito Federal, Fabiano Gutemberg, que também participou do encontro. Ele disse que a orientação no GDF é resolver temas sociais e fundiários desde que existam as condições jurídicas e legais de modo geral.

 

A FLN abordou sobre os acampamentos Dandara, 10 de Junho, Carlos Lamarca, Marighela, Nelson Mandela, Margarida e Roxa Luxemburgo. A FLN foi representada por Edvaldo José da Silva, Luciene Nogueira de Almeida, Cláudio de Oliveira Silva, Manoel da Conceição e Maria da Conceição Pereira da Silva.